173 - Ante a luz da verdade

 


 
"Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará." - Jesus (João, 8:32).
 
A palavra do Mestre é clara e segura.
 
Não seremos libertados pelos "aspectos da verdade" ou pelas "verdades provisórias" de que sejamos detentores no círculo das afirmações apaixonadas a que nos inclinemos.
 
Muitos, em política, filosofia, ciência e religião, se afeiçoam a certos ângulos da verdade e transformam a própria vida numa trincheira de luta desesperada, a pretexto de defendê-la, quando não passam de prisioneiros do "ponto de vista".
 
Muitos aceitam a verdade, estendem-lhe as lições, advogam-lhe a causa e proclamam-lhe os méritos, entretanto, a verdade libertadora é aquela que conhecemos na atividade incessante do Eterno Bem.
 
Penetrá-la é compreender as obrigações que nos competem.
 
Discerni-la é renovar o próprio entendimento e converter a existência num campo de responsabilidade para com o melhor.
 
Só existe verdadeira liberdade na submissão ao dever fielmente cumprido.
 
Conhecer, portanto, a verdade é perceber o sentido da vida.
 
E perceber o sentido da vida é crescer em serviço e burilamento constantes.
 
Observa, desse modo, a tua posição diante da Luz...
 
Quem apenas vislumbra a glória ofuscante da realidade, fala muito e age menos. Quem, todavia, lhe penetra a grandeza indefinível, age mais e fala menos.