153 - Ouçamos


 
"E logo os chamou." – (Marcos,1 :20).
 
Em alguns círculos do Cristianismo,. Semelhante passagem, alusiva ao encontro do Senhor com os discípulos, é interpretada simplesmente como sendo um apelo do Cristo ao ministério religioso.
 
Todavia, podemos imprimir-lhe significado mais amplo.
 
Em cada situação do caminho, é possível registrar o chamamento celeste.
 
No templo familiar, onde surgem problemas difíceis...
 
Ante o companheiro desconhecido, que pede cooperação...
 
À frente do adversário, que espera entendimento e tolerância...
 
Ao pé do enfermo, que aguarda assistência e carinho...
 
A face do ignorante, que reclama socorro e ensinamento...
 
Junto à criança, que roga bondade e compreensão...
 
Por onde formos, Jesus, Mestre Silencioso, nos chama ao testemunho da lição que aprendemos.
 
Nas menores experiências, no trabalho ou no lazer, no lar ou na via pública, eis que nos convida ao exercício incessante do bem.
 
Nesse sentido, o discípulo do Evangelho encontra no mundo o santuário de sua fé e na Humanidade a sua própria família.
 
Assinalando, pois, a norma cristã, como inspiração para todas as lides cotidianas, ouçamos a palavra do Senhor em todos os ângulos do caminho, procurando segui-lo com invariável fidelidade, hoje e sempre.