118 - Em nossas tarefas


 
"... não ambicioneis coisas altas, mas acomodai-vos às humildes." - Paulo (Romanos, 12:16).
 
"Não ambicioneis coisas altas, mas acomodai-vos às humildes" - recomenda o apóstolo. sensatamente.
 
Muitos aprendizes do Evangelho almejam as grandes realizações de um dia para outro...
 
A coroa da santidade...
 
O poder da cura...
 
A glória do conhecimento superior...
 
As edificações de grande alcance...
 
Entretanto. aspirar só por si não basta à realização.
 
Tudo, nos círculos da Natureza, obedece ao espírito de seqüência.
 
A árvore vitoriosa na colheita passou pela condição do arbusto frágil.
 
A catarata que move poderosas turbinas é um conjunto de fios de água no nascedouro.
 
Imponente é o projeto para a construção de uma casa nobre, no entanto, é indispensável o serviço da picareta e da pá, do tijolo e da pedra, para que a arte e o reconforto se exprimam.
 
Abracemos os deveres humildes com devoção ao nosso ideal de progresso e triunfo.
 
Por mais árdua e mais simples a nossa obrigação, atendamo-la com amor.
 
A palavra de Paulo é sábia e justa, porque, escalando com firmeza as faixas inferiores do monte, com facilidade lhe conquistamos o cimo e, aceitando de boa-vontade as tarefas pequeninas, as grandes tarefas virão espontaneamente ao nosso encontro.