32 - A boa parte

 

"Maria escolheu a boa parte, que não lhe será tirada." - Jesus (Lucas, 10:42).

Não te esqueças da "boa parte" que reside em todas as criaturas e em todas as coisas.
 
O fogo destrói, mas transporta consigo o elemento purificador.
 
A pedra é contundente, mas consolida a segurança.
 
A ventania açoita impiedosa, todavia, ajuda a renovação.
 
A enxurrada é imundície, entretanto, costuma carrear o adubo indispensável à sementeira vitoriosa.
 
Assim também há criaturas que, em se revelando negativas em determinados setores da luta humana, são extremamente valiosas em outros.
 
A apreciação unilateral é sempre ruinosa.
 
A imperfeição completa, tanto quanto a perfeição integral, não existem no plano em que evoluímos.
 
O criminoso, acusado por toda a gente, amanhã pode ser o enfermeiro que te estende o copo d’água.
 
O companheiro, no qual descobres agora uma faixa de trevas, pode ser depois o irmão sublimado que te convida ao bom exemplo.
 
A tempestade da hora em que vivemos é, muitas vezes, a fonte do bem-estar das horas que vamos viver.
 
Busquemos o lado melhor das situações, dos acontecimentos e das pessoas.
 
"Maria escolheu a boa parte, que não lhe será tirada" - disse-nos o Senhor.
 
Assimilemos a essência da divina lição.
 
Quem procura a "boa parte" e nela se detém, recolhe no campo da vida o tesouro espiritual que jamais lhe será roubado.