161 - Aproveitemos

 
“E destas coisas sois vós testemunhas.” - (Lucas, 24:48)
 
Jesus sempre aproveitou o mínimo para produzir o máximo.
 
Com três anos de apostolado acendeu luzes para milênios.
 
Congregando pequena assembléia de doze companheiros, renovou o mundo.
 
Com uma pregação na montanha inspirou milhões de almas para a vida eterna.
 
Converte a esmola de uma viúva em lição imperecível de solidariedade.
 
Corrigindo alguns espíritos perturbados, transforma o sistema judiciário da Terra, erigindo o “amai-vos uns aos outros” para a felicidade humana.
 
De cinco pães e dois peixes, retira o alimento para milhares de famintos.
 
Da ação de um Zaqueu bem-intencionado, traça programa edificante para os mordomos da fortuna material.
 
Da atitude de um fariseu orgulhoso, extrai a verdade que confunde os crentes menos sinceros.
 
Curando alguns doentes, institui a medicina espiritual para todos os centros da Terra.
 
Faz dum grão de mostarda maravilhoso símbolo do Reino de Deus.
 
De uma dracma perdida, forma ensinamento inesquecível sobre o amor espiritual.
 
De uma cruz grosseira, grava a maior lição de Divindade na História.
 
De tudo isso somos testemunhas em nossa condição de beneficiários. Em razão de nosso conhecimento, convém ouvirmos a própria consciência. Que fazemos das bagatelas de nosso caminho? Estaremos aproveitando nossas oportunidades para fazer algo de bom?